PALAVRA DO PR ELIELBERTH FALCÃO

JUBILEU DA OBRA – O DESPERTAR DE UMA NOVA POSSIBILIDADE!

“… não é uma nova mensagem de Restauração que está sendo introduzida,
mas uma nova forma de aplicação…”.

A Igreja em São Bernardo do Campo foi um braço importante na campanha, antes, durante e depois do Jubileu de Ouro da Obra de Restauração no Brasil. Seu presidente, pastor Paulo Roberto, foi um homem que lutou e soube gerenciar os desafios que surgiram durante o percurso do projeto Jubileu e em nenhum momento introduziu suas concepções pessoais nos resultados antes e pós-jubileu. Estamos numa nova geração, onde novos mecanismos estão sendo introduzidos, e novas ferramentas sendo criadas para a adequação desta mensagem de restauração neste tempo.

Na verdade, não é uma nova mensagem de Restauração que está sendo introduzida, mas uma nova forma de aplicação, num contexto diferente onde vários conceitos de teologias, ideologias e culturas têm dificultado o esclarecimento desta mensagem tão profunda. Jesus trouxe uma nova forma de se aplicar à lei, dizendo que o cumprimento de apenas 2 mandamentos seria o suficiente para viver os outros 8 que restavam e eram religiosamente ensinados pela Lei. Não era uma nova doutrina, era uma nova forma de se aplicar e incentivar o cumprimento dos 10 mandamentos.

No Jubileu, estivemos num só ambiente, no entanto, havia vários conceitos e formas de se entender Restauração e relembramos os dias dos apóstolos, onde havia Igrejas gentílicas e judaicas buscando o mesmo objetivo: estabelecer o Reino de Deus na terra! E isso foi feito com muita propriedade a partir da orientação do Espírito Santo em atos 15.

Embora o Jubileu tivesse sido um projeto audacioso e complicado de realizar, ficou provado que se insistirmos num reencontro de todo o povo da obra e deixarmos esta ação por conta da ação do Espírito Santo eliminando nossas concepções e interpretações, teremos resultados surpreendentes.

Nosso desejo é que a Igreja em São Bernardo do Campo continue nesta pegada, e que seus líderes continuem trilhando pelo caminho da Palavra tendo à ética como um caminho importante na busca à união do povo de Deus na terra. É preciso dar continuidade ao objetivo de se possível, sugerir uma federação entre os segmentos na obra de Restauração a fim de ir à direção de uma união mais significativa de todo o povo da Obra sem restrição, pois consideramos serem todos os segmentos da Obra no Brasil como sendo ramificações providenciais do Espírito Santo para este tempo.

Que o espírito do Jubileu continue proporcionando aproximações importantes, não só entre a AGIORB e a APOIORT, como das outras siglas que ainda estão se interessando e tentando se aproximar deste nosso projeto. Espero continuar contando com o apoio e carinho de toda liderança da Igreja em São Bernardo do Campo.

Pastor Elielberth Falcão – Presidente Nacional da APOIORT

Deixe um comentário

You must be logged in to post a comment.